SIMBOLIZAR: UMA ATITUDE INTRÍNSECA À VIDA DO HOMEM

Spread the love

Simbolizar é uma ação voluntária e involuntária do ser humano. Estamos a todo momento em uma dinâmica de simbolizar. O mundo dos objetos trazem seus significados que poderão ser compartilhados comunitariamente ou não, pois o significado pode ser apenas individual. Mas ainda que os significados dos símbolos sejam compartilhados por muitos, porém ainda há uma percepção pessoal de cada sujeito sobre determinado símbolo ou símbolos.

Em psicanálise, o símbolo e seu significado têm grande relevância no tratamento do analisando (paciente). Podemos falar sobre os sonhos que são carregados de símbolos e que possibilitam interpretações desses símbolos de modo pessoal, mesmo que haja alguma interferência do analista. E esses símbolos são meios que possibilitam alcançar os conteúdos do inconsciente, isso buscando os significados desses símbolos.

Falamos em objetos, mas é importante compreender que o mundo do simbolismo e seus significados vai além dos objetos físicos, pois o cheiro, o sabor, o tom, a textura… tudo é símbolo e são carregados de significados que adentram o campo afetivo, emocional, intelectual, psicológico e biológico de um modo geral.

Na literatura, os textos narrativos são cheios de elementos que possibilitam experiências únicas para cada indivíduo, isso no contexto que esse indivíduo se encontra, na quele tempo específico. Como podemos perceber o simbolizar é algo que vai além da representação verbal. Mas vejamos o texto a seguir para termos uma ideia do campo de simbolismo individual (simbolismo do personagem):

Ela me beijava com seus beijos de mel.

Seu cheiro era como de rosas com aroma suave.

Sua pele era lisa, mas quando ela se arrepiava me dava a sensação de queimor dentro de mim.

Eu estava no paraíso com uma deusa.” (do autor)

O que você achou?

Entender o mundo do simbolismo e seus significados é importante para crescermos como seres humanos. E é caminho também que possibilitará a cura interior. Expressar, em palavras, o que sentimos e o que desejamos é caminho para o autoconhecimento e para a liberdade interior e, consequentemente, para a liberdade exterior, pois a liberdade interior possibilita novas formas de nos relacionarmos com as pessoas e com as coisas de um modo geral.

Por: Edson Carlos de Sena – psicanalista

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *